Tchau 2013.

Mari Soek | 26 de nov de 2013

E parece que foi ontem que eu estava olhando o céu e escrevendo um texto de "Inicio de 2013", nunca vou me esquecer desse dia. Eu fiz uma lista de coisas que eu queria que acontecessem, e como você deve imaginar muita pouca coisa realmente aconteceu. Eu não consegui fazer um regime, nem tirei a melhor nota da turma e muito menos parei de ser teimosa ou uma bomba pronta para explodir, nem li todos os livros da minha lista, infelizmente.

 Na verdade, 2013 me surpreendeu de um jeito inexplicável, ele me machucou tanto me tirando coisas que eu amo, por outro lado, nunca fui tão feliz com coisas que nunca imaginei ter. Tudo comigo é na base da bipolaridade. Eu perdi amizades que achei que seriam eternas, e o pior nem foi isso, o pior foi ouvir "você é uma péssima amiga", isso com certeza matou um pedacinho do meu coração. Logo depois, ganhei abraços de amigos que achei que jamais ganharia nem o "bom dia", aquilo me fez bem, meu coração estava quase inteiro novamente, quando ele voltou pra minha vida e bagunçou tudo, uma bagunça tão boa. Achei que dessa vez seria diferente, droga, ele parecia ter mudado, e eu finalmente dei meu primeiro beijo, isso com certeza não estava na lista e muito menos com ele. E como de costume ele se foi, ele me deixou, e nem olhou pra trás, tudo bem, eu supero, sempre superei. Comecei a juntar meu coração, mas dessa vez eu não estava sozinha, tinha alguém ao meu lado, tinha alguém cuidando de mim e me fazendo ficar forte, e eu tive meu primeiro melhor amigo/namorado, foi meio confuso, meu coração já estava inteiro, mas dessa vez ficou sequelas, meu coração ficou duro, como posso namorar alguém se meu coração virou pedra? Sinto muito, muito mesmo, mas eu não posso.  Afastei as pessoas que eu mais amei, magoei pessoas que me deram a vida e fazem tudo por mim. Eu não posso continuar assim, e fui atrás de quem fez toda essa bagunça, adivinhem? Deu certo, não totalmente, mas deu, ele me faz tão feliz, como pode alguém te fazer sentir isso? Como pode você querer jogar a pessoa da ponte e estar lá, só esperando ela cair em teus braços. Só o fato de ouvir a voz dele meu coração vai a mil, sinto mil calores diferentes. Isso não foi nem a metade do meu ano, sempre que o cara ia embora da minha vida eu achava que nada podia doer mais, chorava horrores, mas quando descobri que meu amigo estava com câncer correndo risco de vida e internado em um hospital, isso mudou, descobri que nunca senti dor de verdade, como poderia? Nunca nem perdi alguém de verdade, mas a ideia de imaginar perder um amigo me fez entrar em pânico, quanta coisa ainda tínhamos pra viver juntos. Por que meu Deus, ele é tão novo, comecei a ver a vida de um jeito diferente, vi poucas vezes meu amigo em 2013 e todas as vezes que eu o via não me recordo de uma única vez que ele não estava sorrindo, aquilo me dava forças pra sempre ficar ali, de pé segurando as lagrimas pra poder estar forte pra ele e pras minhas outras amigas, enquanto ele lutava pela sua vida minha outra amiga estava acabando com a dela, com drogas, bebidas e tudo de ruim. 2013 tinha tudo pra ser o pior ano que eu já vivi, mas não foi, sabe aquele carinha que citei ali em cima? O cara da bagunça, esse mesmo, ele me fez descobrir outra paixão ele me fez descobrir meu amor (dom, gosto de pensar assim) pela escrita, e com isso me tornei uma blogueira e depois descobri que queria passar a vida escrevendo, descobri o que quero cursar na faculdade.  Em 2013 fui ver minha família, Deus já faz seis anos. “Quando foi que minha prima cresceu tanto?” “Nossa, eu nem conhecia esse primo” “Opa, que gatinho. Certeza que somos do mesmo sangue? #bolada” “Certeza que esse é meu avô? Ele está tão diferente” Fiquei tanto tempo longe que até criei um novo rosto pro meu avô, imaginava minha tia bem mais alta, e minha prima com certeza não tinha aquele cabelo na minha imaginação. Sei que 2013 teve seus baixos, mas teve altos, e que altos hein. Vi amigos indo embora, e outros chegando, viajei com minha melhor amiga, dei meu primeiro beijo e tive meu primeiro namorado o que me faz lembrar que fui péssima nisso, não consegui esquecer o cara que me apaixonei quando tinha 12 anos (sinto muito), vi meu amigo indo para o hospital e meu avô voltando, perdi a conta de quantas vezes peguei o terço e implorei para que Deus mudasse as coisas e nem imagino quantas vezes olhei para o céu e agradeci a Deus por tantas conquistas, enfrentei medos e descobri que minha teimosia é mais forte que o meu orgulho. Aprendi que você consegue tudo o que quer, só basta acreditar. Eu fiz uma nova lista para 2014, mas dessa vez tudo o que coloquei nela foi diferente, não pedi um amor de filme, não pedi pro cara ficar na minha vida sem bagunçar nada, pedi apenas que tudo desse certo, pedi para que aquele meu amigo ficasse bem e que possamos fazer a nossa tão sonhada viagem, pedi que meu blog crescesse cada dia mais e que eu sempre tivesse essas leitoras maravilhosas. Tenho certeza que 2014 vai me surpreender, sei que vai acontecer coisas ruins mas sei que tem o lado bom, prometo a mim mesma que nesse ano que se inicia não vou deixar nada me afetar, prometo que vou viver por mim, vou fazer as coisas por mim e acima de tudo vou me amar mais. 

Gente, gostaram? Me emocionei demais escrevendo, espero que vocês sintam o mesmo lendo. Era pra esse texto ir ao ar apenas no final de dezembro, mas não aguentei. haha.. Aaaaa, PSS já foi, sou todinha de vocês *u*
                                             Espero que tenham gostado
                                                               Beijos :*
Gostou? Comente/Compartilhe
Me siga no Twitter

6 comentários

  1. Menina que lindo, mais que o ano passou rapido demais isso é verdade! A unica coisa que me alegra é que na metade dele eu criei meu cantinho, e tive compania e amizades maravilhosas no mundo das bogueiras! http://lalymakesemodas.blogspot.com.br/2013/11/arrasando-no-verao-8-segredos-para.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. anw, gostou mesmo? Fico muito feliz em saber que alguém gostou haha Passou muito muito rápido, eu lembro do primeiro dia de aula '-' Esse mundo incrível *--*

      Excluir
  2. Anjo, 2013 foi o ano pra gente, né? Coisas boas e ruins acontecendo simultaneamente na vida de todas nós. Os primeiros namoros, os primeiros términos. A doença devastadora do amigo mais estrelado que temos. Problemas familiares, mas sempre todas juntas. Cara, cada ano, novas surpresas, mas eu digo que 2013 foi e está sendo o melhor ano da minha vida até hoje!! A melhor turma na escola, com as melhores risadas e as melhores tretas. As professoras mais amadas e os odiados da escola. E sabe o que mais? Nesse, que foi o melhor ano da minha vida, você estava nele. Nunca imaginaria isso amiga, mas você, a Milena a Prosti fizeram valer a pena! Junto com outras pessoas é claro, mas vocês serão lembradas eternamente. Esse ano vai ser lembrado eternamente. Te amo sua poota loca! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda, anjo. Foi o nosso ano, quanta coisa, quantas vezes se abraçamos e choramos por medo de perder nosso tão amado amigo, dói só de lembrar. Quando começou o ano e eu entrei naquela turma, com novos amigos, nunca imaginei que quem tornariam 2013 o melhor ano da minha vida seriam os velhos amigos, nunca imaginei que aconteceria tudo o que aconteceu. Quanta coisa boa, aprendemos juntas, erramos juntas, tudo juntas. Teve várias coisas que fizeram o meu ano ser o melhor, mas ele não seria tão bom se vocês não estivessem comigo. Obrigada por aguentarem as minhas grosserias, os meus dramas, e me ouvirem horas e horas falar da mesma pessoa. Te amo sua baaaaaadia <3 Esse ano ficará na minha memoria pra sempre, e as pessoas que fizeram parte dele, com certeza, estão no meu coração. Peeeera, você foi a primeira pessoa que eu confessei que amava aquele carinha. Foi você, amiga. Sinta-se completamente amada

      Excluir
  3. lendo e relendo,
    Que posso dizer sobre 2013, nossa que ano que passou rápido lembro que ainda em 2012 pulava de alegria por te passado de serie, em 2013 tanta coisa aconteceu lembro de tantas vezes chegar da escola e abraça meu travesseiro por que o menino que eu supostamente gostava estava,afim de outra e me pedia opinião,não sei quantas vezez falei para as minhas amigas vocês são as vacas que eu mas amo , poise 2013 foi um ano bom, mesmo com os seus altos e baixos .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim, 2013 foi o melhor ano da minha vida até hoje. Sério. Se bem, que ele tinha tudo pra ser o pior. Não sei, é meio inexplicavel.

      Excluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.