Guia das Profissões- Jornalismo

Mari Soek | 13 de nov de 2015
Oi amores, tudo bom?



Depois de quase três meses longe, voltamos a rotina e na sexta-feira costumo publicar o guia de profissões e o de hoje é mega especial porque é de jornalismo, e é o que eu pretendo cursar. 



Como é o curso e as áreas de atuação? 

O meu curso é bastante voltado para o foco questionador e comunicativo. Como sabemos, Jornalismo é comunicação social e por este motivo, você sempre vai estar rodeados de pautas para entrevistas, pesquisa e mesmo que o assunto seja algo pequeno pra você, o seu trabalho é procurar algo para que o faça chamativo. É desafiador, mas também é divertido. Pra quem gosta de desafios, jornalismo garante isso o tempo todo. Para quem gosta uma rotina sem rotina, jornalismo é a melhor coisa. Todos os seus dias nunca vão ser iguais! É sempre uma aventura para procurar informações, para escrever sobre e isso te pede uma carga enorme de curiosidade e coragem. Você tem que gostar de escrever e ler muito!
Quanto a área de atuação, você pode trabalhar em jornal, blog, imprensa, rádio, TV... A área é bastante ampla. 

E sobre o mercado de trabalho? Onde é o melhor lugar para sua profissão?

É um pouco complicado. Digo, todo mundo hoje está vendo que a mídia está numa mudança constante, principalmente o jornalismo. E isso já torna o mercado de trabalho desafiador, porém se você quer trabalhar em determinada área, vá a luta. Sobre o melhor lugar para a minha (futura) profissão, depende muito mais é do foco do jornalista. Como disse, há uma variedade na área, você tem que saber onde é melhor.



Minha professora me ajudou nessa resposta, e pra ela é o seguinte:

O mercado de trabalho em jornalismo está em constante ebulição e oferece opções que vão do tradicional trabalho em redação de jornal, rádio e TV, a carreiras em assessoria de comunicação, gerenciamento de redes sociais e multimídia e isso nos mais diversos segmentos (esporte, política, iniciativa privada, jornalismo científico, etc). Portanto, o melhor lugar para um jornalista trabalhar é onde existam histórias a serem contadas. 

Dentro do curso, como é a grade curricular? A dinâmica das aulas? 

Olha, quanto a grade curricular, devo alertar que isso depende muito da faculdade. Tem muitas que já começam pela prática e depois vão pra teoria e outras é o inverso. A minha faculdade misturou os dois. Este semestre, das seis matérias que tive, 3 foram teóricas e 3 foram mistas (teorias e prática). A dinâmica/prática é sempre voltada para entrevistas e fotografia (já aviso que é aqui que você se apaixona mesmo pelo curso, é maravilhoso, gente!). Já a dinâmica das aulas de teoria é sempre questionadora e voltada pra pesquisa. Sempre acontece debate!

Já teve duvida se queria mesmo continuar no curso e já tentou outra coisa? Como decidiu o que cursar?

Senta aí que lá vem história! Hahaha.. Então, nessa questão de pensar muito se eu queria mesmo esse curso foi bem difícil pra decidir. O primeiro obstáculo que tive que vencer foi ignorar gente falando que não ia para frente cursando Jornalismo por eu ser deficiente auditiva. Só que nada é impossível, pelo menos não pra mm. Consigo me comunicar, falar e ouvir (por mais que tenha dificuldade nesse último e precise de ajuda do aparelho auditivo), assim provo a todos que duvidaram da minha capacidade e que nada é impossível para ninguém. Outro fator que me desanimava algumas vezes é que muita gente fala que para ser jornalista não precisava de diploma e que eu precisava primeiro fazer técnico em outra coisa, ou até mesmo cursar na faculdade um foco parecido. Já pensei em fazer Design Gráfico, Publicidade e Propaganda ou até mesmo migrei para Psicologia, mas mantive a minha maior vontade e decidi ir atrás dos meus sonhos. 
Digo desde já que é preciso sim ter diploma, pois me deparo várias vezes com erros e gafes muito grande de jornalistas-não-jornalistas, então se quer atuar na área, se prepare para ela.


Qual a melhor e a pior parte do curso?

Vou começar pela pior: é você não se dar bem com os professores ou não entender a matéria. Dizem também que é difícil quando há situações em que o entrevistado não é acessível facilmente. Isso dificulta um pouco. Acho que apenas isso, pois se você tem interesse pelo curso, acredito que tudo se torna interessante. Já a melhor parte é você conhecer a prática de estúdios de TV, Rádio, Redação... É outra vida! Outra parte que amo demais no meu curso é como a integração é grande.  Seja entre as pessoas da sala ou até mesmo entre calouros e veteranos - e grande maioria já começa ali no trote.



No que você mais tem dificuldade? 

Além da minha deficiência auditiva me barrar um pouco nas entrevistas, outra dificuldade que tenho que vencer é um pouco da minha timidez. Por este motivo que mencionei lá em cima que você precisa ter coragem, porque você vai enfrentar algumas situações inesperadas ou falar com gente importante. Porém, estou conseguindo lidar bastante com isso e me divertindo cada vez mais.

Quantas horas de estudo até passar no vestibular/enem? E como se preparou para o vestibular? (se no seu vestibular tinha vocacionada conta um pouquinho come se preparou pra elas) 

Todo meu preparo para o vestibular foi através do meu colégio, pois ele já oferecia um preparatório para ambos os testes e meu vestibular não tinha uma vocacionada porém sei que aqueles que possuem uma cobram mais em história, português, língua estrangeira, filosofia/sociologia e principalmente a redação.

Como é o tcc do seu curso? 

O TCC é uma pesquisa final acerca de algum tema relacionado ao jornalista. Nasce de um assunto que cause inquietação ao estudante. A partir dessa inquietação, desenvolve-se um projeto de pesquisa que deve considerar as leituras teóricas a serem feitas, questão problema, hipóteses, objetivos e metodologia da pesquisa. Feito o projeto, o aluno faz sua pesquisa e escreve seu trabalho. O número de páginas varia, mas, no Ielusc costuma ser superior a 70. Depois de pronto, o TCC passa pela avaliação de uma banca, formada por 2 professores mais o professor orientador, que acompanhou todo o desenvolvimento do trabalho. Além do texto final impresso, o estudante deve expor oralmente, em 20 minutos, os principais pontos da pesquisa e depois responder às arguições da banca.

Jornalismo- Guia do Estudante
Você está seguro de que Jornalismo é mesmo seu futuro?
Jornalismo, ou Radio e TV?
Adoro ler e escrever, será que Jornalismo e o mais indicado?
Preciso fazer a faculdade de jornalismo, para exercer a profissão?

                                      Espero que tenham gostado, beijos :*

Gostou? Comente/Compartilhe
 Me siga nas minhas redes sociais instagramtwitter e fanpage do blogyoutube
agora estou no snap: marisoek
 

Nenhum comentario

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.